#Resenha: "Até Eu te Encontrar" de Craciela Mayrink

Compartilhe:

 Olá Pessoal! Mais uma resenha para vocês! Espéro que curtam!

Em Até Eu Te Encontrar, a autora utiliza um recurso que aguça a curiosidade dos leitores, ela inicia o livro no prólogo com uma cena final bem intensa e, a partir daí, vai contando a história da protagonista Flávia em retrospectiva.

Flávia é uma estudante de 18 anos que foi criada pelos tios em Lavras. Seus pais morreram quando ela ainda era uma criança. Ao passar no vestibular, ela decide estudar Agronomia em Viçosa para mudar de ares. Ao iniciar essa nova vida, descobre histórias surpreendentes sobre sua família e seu passado.

No primeiro dia de aula, Flávia faz amizade com o veterano Felipe que a salva dos trotes aplicados nos calouros e com Gustavo que faz o mesmo curso que ela. Felipe é um rapaz com um lindo sorriso e que está sempre curtindo, ele mora numa república com Mauro, que é pai e vive longe da namorada e da filha, e com Luigi que está viajando e só aparece na história depois. A namorada de Luigi, Carla, é uma garota antipática que todos detestam e não entendem como um rapaz tão legal pode estar apaixonado por uma menina tão chata.
"- Eu, se fosse você, não entraria aí.

Flávia olhou para o lado e viu um rapaz alto, talvez de mais ou menos um metro e noventa. Ele não era o cara mais bonito que ela já havia visto, mas chamou a atenção, talvez pela altura. mas foi o lindo e largo sorriso dele que prendeu seus olhos."

A protagonista também conhece Sônia, uma grande amiga de sua mãe que a ajuda a preencher as lacunas sobre seu passado: como seus pais se conheceram, a vida que tiveram e como morreram... Através de Sônia, Flávia também faz amizade com Lauren, filha de outra amiga de sua mãe.
"- Você conheceu a minha mãe? - Os olhos de Flávia encheram de lágrimas.
- Sim, a conheci! Nós éramos amigoas.
- Nossa... Não acredito. - Flávia não conseguiu conter e as lágrimas rolaram pelo seu rosto."
A vida de Flávia vai se desenvolvendo em Viçosa, ela faz amizades, lida com seu passado e aí se envolve com seu amigo Felipe. O grande problema é que Felipe é pegador (sabe aquele amigo que você nunca gostaria de ter como namorado? Então, é mais ou menos por aí) e ela acaba se apaixonando por ele.
"Flávia levantou e pegou os copos, servindo em seguinda, Deu um longo suspiro, lembrando do que acontecera desde a semana Santa. Ela e Felipe continuam amigos, iam juntos ao Leão jogar sinuca, ao Galpão, ao Lenha, às festas. Às vezes ele dormia em sua casa, às vezes ela na dele, mas sempre como amigos, apenas isto. Ele agia como se nada tivesse acontecido, como prometera, e isto a magoava. (...)"
Vivendo nessa confusão de sentimentos, Flávia fica muito perdida e tudo se complica quando sua alma gêmea aparece e ela não consegue entender porque é a única que não gosta dele.
"- Eu não sei explicar, apenas sei. Você sente algo diferente. Não tem como explicar, Flávia, só sentindo mesmo, e na hora você sente. Você simplesmente olha para a pessoa e sabe que ela é sua alma gêmea."
A frase destacada na capa do livro Como você se sentiria se descobrisse que não gosta da sua alma gêmea?” nos leva a imaginar que leremos uma história de amor conflituosa, entretanto ela vai muito além disso... há uma mescla entre a realidade, o romance  e o sobrenatural, que torna a história ainda mais interessante. Mesmo os que não apreciam temas sobrenaturais, com certeza se envolverão e gostarão da narrativa.

A leitura de Até Eu Te Encontrar é muito fácil e dinâmica, pois é repleta de diálogos, além disso, há alguns mistérios e surpresas que te envolvem e não te deixam largá-la.

Outro ponto positivo, em minha opinião, é a história ser ambientada na universidade e falar sobre jovens que saem de casa para estudar e criam laços familiares com os amigos que encontram.

O final deixou em aberto algumas questões como a relação de Flávia com os tios após suas descobertas. Também fiquei curiosa com o que teria acontecido com alguns personagens, como a Carla, por exemplo, queria mais detalhes. Vale destacar que esses esclarecimentos que fizeram falta, para mim, não prejudicam em nada a leitura. Este é mais um livro nacional que dá gosto de ler e prazer de resenhar!


- Leia o primeiro capítulo aqui.

- Veja o book trailer:



- Saiba mais sobre a autora, acessando este link.


Há alguns detalhes interessantes no livro que infelizmente não pude contar porque acabaria com todo o suspense, então, torço para que você leiam e descubram do que se trata. ;)
Não esqueçam de comentar! Amo ler o que vocês escrevem.





*Publicado originalmente por mim no blog Dear Book.

6 Abstraídos comentaram:

  1. Parabéns pela resenha Carine! Estou ansiosa para ler Até Eu Te Encontrar! Beijos!

    http://newsnessa.blogspot.com/

  1. Amanda disse...:

    Gostei muito dos comentários e da sinopse do livro, e vou procurar adquirir, de alguma forma me identifiquei com esses sentimentos conflitantes da Flavia rsrs.
    Abraços.

  1. Que bom q curtiu Amanda! Beijos

  1. Muito interessante esse recurso de começar pelo final. O que pra alguns pode ser ruim, pra mim seria ótimo porque me deixaria curiosa em como isso acabou acontecendo. O fato de o final deixar aberto a questões tb é bom, porque você pode criar o seu proprio final e tirar suas proprias conclusoes, que podem ser diversas. Quero ler, ainda mais a menina sendo de Lavras, a cidade de uma amiga minha.
    Bjs!

  1. Parece ser um livro muito interessante! Totalmente pertinente ao meu momento de vida, nacional... Vou ler!

    Super beijo!
    Blog Seis Milênios

  1. Parece ser muito bom, já tinha ouvido falar alguma coisa dele, mas agora conheci direito a história. Fiquei curiosa pra ler.

    Bjs, Iza.

Postar um comentário

Seu comentario é importante... Então vamos, mãos a obra!!!