Resenha: O segredo de Carol

Compartilhe:
Gente, que livro é esse...

Eu juro pra vocês que quando eu o ganhei eu não achei que ele seria tão profundo assim..
Começei a lê-lo, enrolei um pouco no começo, mas da metade pra frente eu comi o livro!

E que final...
Ele me surpreendeu totalmente...
O segredo de Carol era outro totalmente do que eu achei que fosse o livro inteiro.

Enfim, vou contar pra vocês um pouco da história!!!
Mas o final se vocês quiserem saber vão ter de ler o livro, pois muitos já sabem que não gosto de resenha com spoilers e as minhas são todas sem. O pior sentimento do leitor é ler uma resenha que conta o final do livro. Pelo menos pra mim. Podem ter certeza de que isso me quebra as duas pernas!!!

Resenha:
O que você faria se um belo dia acordasse no meio de uma floresta sem saber as principais coisas que você deveria saber si mesmo? Pois então, foi isso que aconteceu com Carol, uma garota de aproximadamente "15 anos, magricela, de cabelos lisos e longos, pele clara e uma cicatriz no braço". Ela acordou no meio de uma floresta, sem saber exatamente onde estava, como chagara até ali e o principal, se conseguiria sair.

Ela acorda desesperada, está sozinha. Grita por socorro, mas ninguém a ouve. Parece não haver uma viva alma ali, junto dela. E agora? O que faria? Como sobreviveria num lugar onde só via árvores e... mais nada.

Começou a percorrer a floresta vendo se conseguiria achar uma saída, mas em inúmeras tentativas, descobriu que seria inútil tentar sair dali, pois só andava em círculos e volta e meia se deparava sempre no lugar de início. Diante de tanto desespero, Carol se sente verdadeiramente sozinha. Mas precisava de alguém. A primeira coisa que decidiu se apegar foi um pequena goiabeira, que sempre encontrava na sua tentativa de fuga.

Fez da goiabeira então sua mais nova amiga, contava tudo a ela em um monólogo "feliz" que estava vivendo. 

Ao acordar, no outro dia, perto de sua amiga frutífera, se deparou com um prato de biscoitos com leite. Relutou em come-los, pois não sabia se poderia estar envenenados, mas sua fome era maior e cedeu a suas vontades.  Descobriu, que havia então um ANJO que a protegia.

Agora de barriga cheia, Carol começou a percorrer novamente os arredores da floresta, curiosa pelo que encontraria. Encontrou um lago, e mais que rápido, se apressou em entrar na água para refrescar-se. Encontrou então um peixe, o qual resolveu transformar em seu maior amigo...

Até então em alguns dias convivendo com si mesma naquela floresta e acreditando estar sozinha, Carol encontra um ser, uma mulher que anda pra cima e pra baixo com uma gaiola vazia, se tornando aquela que Carol chamaria de A-mulher-da-gaiola-vazia.

Com ela Carol resolveu conversar e entender qual sua missão naquele lugar (ou se pelo menos havia uma). Após conversa jogada fora, Carol descobriu que
"Liberdade é saber onde estão seus limites e então decidir se quer viver dentro dos seus limites ou além deles. É por isso, então, que carrego essa gaiola vazia. Para saber exatamente onde estão as grades da minha vida e, dessa forma, ser livre."
Espantada, porém um pouco mais aliviada, Carol resolve voltar para seu pequeno abrigo, que havia construído com alguns galhos e sacolas que encontrara.

No outro dia, após uma melhor noite que as outras, Carol vê uma nova pessoa perto de onde estava dormindo. Tina os cabelos comprido, mas era muito alto. Ela então conhece o Pirata, e conversando com ele para tentar saber um pouco mais sobre ela descobriu que precisava de um mapa para procurar seu tesouro, pois sem ele, ela jamais encontraria o que estava procurando e sua estadia na ilha seria inútil. Carol pede então para que ele providencie um mapa pra ela, mas ele se nega, Ela então descobriu que teria de fazer seu próprio mapa.
"Você está sugerindo que eu desenhe meu próprio mapa?"
"Se o tesouro é seu não vejo ninguém melhor para fazê-lo. Muitas pessoas não encontram seus tesouros por que esperam que outra pessoas digam onde ele está. Isso é um absurdo total."
Carol então pega um lenço e, com a ajuda do pirata, faz seu próprio mapa e assim parte em busca de seu tesouro. Encontra uma caverna com um espelho com uma frase dizendo "Cuidado com esse espelho! Não fique muito tempo olhando pra ele." Saindo amedrontada da Caverna conhece o Pescador que lhe apresenta também a Astrônoma, e estes se tornam bastante amigos.

Certo dia Carol se encontra com Astrônoma para verem a Eclipse que tinham marcado, porem o pescador não aparece. Onde estaria ele?

Ao voltar para casa Carol descobre que seu mapa foi roubado, e não consegue imaginar ninguém além do Pescador.

Agora então começa uma busca frenética por seus últimos "amigos" suspeitando que eles roubaram seu mapa. Nesse meio tempo passa por muitas tribulações (como ficar no fundo do poço ao qual tinha caído e não ter ninguém pra ajudar), conhece novas pessoas (como o Caçador e a Costureira), ao qual decide não confiar tão profundamente, descobre verdades aterradoras.

O clímax do livro se dá quando, um belo dia, Carol acorda e vê a floresta toda em chamas. Seu mapa? Parcialmente queimado. Todo lugar que andava só via fogo e nada mais.

Olhou então para seu mapa e descobriu que o X ainda estava intacto do fogo. Procurou então um lugar no meio de tudo que parecia não ter sido atingido pelo fogo. Achou. Lá encontrou uma cabana, marcada com o X.

Sim, Carol finalmente descobriria seu segredo, bastava que entrasse na cabana e tudo estaria revelado.

***

Carla havia chegado, estava já no consultório, pronta para o que parecia se sua última consulta. Aqui Carla e Carol se encontram...

***

Como assim??? 
Quem é Carla? 
Como ela consegue encontrar Carol, se Carol está presa na floresta?
E afinal, qual o segredo de Carol, que ela descobrirá quando entrar na cabana?

Todas essas são perguntas que vocês só conseguirão responder se lerem esse livro.

Minha Opinião:
Além do que já disse no começo da postagem, descobri que o livro é muito mais que uma simples filosofia, ele faz mais do que simplesmente nos fazer pensar um pouco. Eu fiquei pasmo como o final quando descobri o segredo de Carol. É um pouco mais do que vocês imaginam. Além disso o autor conduz a história de uma maneira muito fácil de ser lida. Resumindo, eu gostei demais da história e, verdadeiramente, conheci um novo mundo.

Uma coisa boa:
Para quem gostou da resenha, uma novidade: Teremos uma promoção com esse livro que começará  no dia 20 de setembro!!!
Não percam hein?!



Bom pessoal, por enquanto é só!!!
Um grande abraço a vocês!!
 



11 Abstraídos comentaram:

  1. Juny K. disse...:

    O livro parece muito bom, otima resenha!
    Quero participar da promo qd tiver! *-*


    Juny K. [Dear Book]
    http://book-dear.blogspot.com

  1. CAROLINA disse...:

    Parece ser ótimo.
    Fiquei meio assim por ser nacional (é, eu sei. Tenho um certo pré-conceito quanto a literatura nacional), mas depois da sua resenha vou ler. XD
    BjOss

  1. Poxa, parece ser muito legal, adorei sua resenha e fiquei impressionada com o que deve ser a qualidade desse livro,
    beijos

  1. Ai eu quero esse livro...
    Você sabe deixar a pessoa com vontade de correr para ler o livro kkk
    Bjus
    Até

  1. Gente... esse livro é realmente tudo de bom!!!

    Eu gostei bastante mesmo...

    Carol - Eu tbm já tive um certo preconceito com escritores nacionais, mas ultimamente, principalmente depois que lancei o blog, tenho conhecido escritores nacionais facinantes e me tornei defensor da literatura brasileira.. Comece a ler autores nacionais e te garanto que se preconceito acabará!!!! Vejá algumas indicações na parte de autores Nacionais no MENU.=)

    Paula e Bia... Obrigado meninas... fico feliz que tenham gostado!!! a qualidade do livro é excepcional!!!

    Bia o principal objetivo daquele que resenha é instigar a leitura do livro, muito obrigado por me dizer que consigo atingir o objetivo..;D

  1. Livia disse...:

    Ola!!!!!
    Achei seu blog la no Leituras pontocom!
    Eu acho muito interessante um menino blogueiro, vcs sao raros!!! hehehe
    Estou te seguindo!
    Grande abraco,
    Livia
    www.wishingabook.com

  1. MARCINHOW disse...:

    a principio me lembrou um pouco O Naufrago... Parece ser bem interessante! De vez enquando é legal ler algo que nos faz pensar!

  1. Guga Melo disse...:

    Ótima resenha!
    Me pareceu um pouco parecido com "Alice no País das Maravilhas" só que mais filosófico. De qualquer forma, vou conferir!

  1. excelente livro. acabei de ler!

  1. Perfeita sua resenha. Você consegui abstrair o propósito do livro, acredito. A frase destacada da mulher da gaiola foi a frase que fez com que me apaixonasse pelo livro, pois até então não tinha me dado conta da dimensão da palavra liberdade.Abraços!

  1. Perfeita sua resenha. Você consegui abstrair o propósito do livro, acredito. A frase destacada da mulher da gaiola foi a frase que fez com que me apaixonasse pelo livro, pois até então não tinha me dado conta da dimensão da palavra liberdade.Abraços!

Postar um comentário

Seu comentario é importante... Então vamos, mãos a obra!!!