#Reedição: Filha é Filha - Mary Westmacott (Agatha Christie)

Compartilhe:
Bom, como é já estou cansado de falar aqui, mas mesmo assim eu continuo falando é "Eu só um dos maiores fãs de Agatha Christie". Já li vários livros dela de suspense policial, porém, sob seu pseudônimo, ainda não li nenhum...

Se ficou meio confuso, deixa eu explicar. Agatha Christie escreveu mais de 80 livros sob a gênero de romance policial e, além de ela ter sido extremamente competente pra escrever todos os seus livros a ponto de não nos decepcionar em nenhum, ela também teve alguns outros que não eram desse gênero romance policial.

A Rainha do Crime também escrevia sobre temas que mexiam com a alma humana, e aqui ela era conhecida como Mary Westmacott, mas independente disso ela continua sendo Agatha Christie e é sobre esses livros, escritos sob seu pseudônimo que quero falar hoje.

A L&PM fez questão de lançar, aliás de reeditar,  mais um de seus livros. Chamado "Filha é Filha" tal livro foi publicado pela primeira vez com o título "A Filha" em 1952. Eles resolveram editar o título por causa do original, A daughter's a daughter, e realmente fica bem mais parecido.

Tal livro se encontra dentro dos 6 livros caracterizados como "não-crime" que Agatha escreveu. Apesar de não ter lido nenhum dessa categoria ainda eu acredito que deve ser tão bom quanto.

Confiram a sinopse e me digam o que acham dele.

FILHA É FILHA
Agatha Christie (Mary Wastmacott) - 256 Páginas - L&PM Pocket

Sinopse: Aos 19 anos, Sarah, filha única de Ann Prentice, viaja para uma estação de esqui na Suíça. Com a partida, Ann passa a sentir um estranho vazio - ela não se sentia assim desde a morte do marido. Na mesma noite, essa mãe dedicada conhece um homem com uma história de vida trágica, e os dois se apaixonam. Acostumada com a atenção integral da mãe, ao voltar de férias, Sarah terá uma surpresa...

"Escrevendo anonimamente sob o pseudônimo de Mary Westmacott, Agatha Christie, conhecida mundialmente como Rainha do Crime, deixa de lado a investigação policial para explorar a alma humana, seus conflitos e emoções. Em sua autobiografia, Agatha Christie confessa que para escrever este livro inspirou-se na relação que tinha com sua filha."
                                                            –L&PM–

 Espero ainda poder ler um livro dela nesse estilo. Mas por enquanto vai demorar um pouquinho, afinal minha listinha não está nada pequena!!!

Abraços


4 Abstraídos comentaram:

  1. A lista de nenhum bookaholic é pequena! rs
    Sou fã dela também e li um dos 6 que não são policiais: Ausência na Primavera. Fiz resenha no blog.
    É interessante, mas prefiro os de investigação mesmo...

    Tarsila

  1. Oi!

    Sempre lia Agatha Christie e sinto falta de toda aquela emoção e suspense da autora! Espero pode continuar a ler os livros dela em breve $$

    Bjs

    Thaís

    http://www.viajenaleitura.com.br/

  1. Joe Silva disse...:

    Também sou um grande fã da AC e mesmo já tendo mais de 50 livros dela ainda sinto uma necessidade bem grande em continuar lendo as obras da autora. Todas suas histórias são épicas... hehe... ainda não li nenhum romance dela, pois tenho me focado só nos policiais, mas com certeza lerei esses dela tbm...

    Um grande abraço =D...

  1. Anônimo disse...:

    Bom dia!!
    Passei por aqui, procuro saber op título em Inglês do romance e encontrei seu blog..
    Como você, também sou hiper mega extra plus fã de Agatha e nesse ano, decidi, na marra, ler esse título, pois o tenho na estante... olha, me surpreendeu... passe ele na frente e se está em algum desafio (que não seja pessoal) considere classificá-lo como drama... eu adorei...
    Bjins

    FLYRoBrasileira

Postar um comentário

Seu comentario é importante... Então vamos, mãos a obra!!!