Resenha : Um Mundo Perfeito - Leonardo Brum

Compartilhe:
Ola pessoal...

Hoje quero apresentar para vcs a resenha do livro Um Mundo Perfeito. Eu ja falei do livro em algumas postagens atrás, mas só como indicação e , agora, quero lhes mostrar a resenha.



Tudo começa com Ismael indo fazer sua entrega diária numa ilha chamada Pedra-Luz, que fica perto de Vitória, no litoral sudeste do Brasil. Ao chegar lá ele se dá por desesperado ao não encontrar ninguém. Começa a rondar por toda ilha a procura de uma viva alma, mas não se esbarra em nenhuma. Uma situação muito inusitada começa a dar mistério no livro quando, na ilha, Ismael percebe que tudo ficou como estava, televisões ligadas, portas abertas e ate um carro ligado como se estivessem esperando seu dono ir dentro de casa para pegar algo que esqueceu.

Vendo que não conseguia fazer contato com Ismael na ilha, Mário, um amigo que trabalha junto com ele, vai atrás para saber o porquê do sumiço de Ismael. Ao se encontrarem na ilha combinam de separar para fazerem uma busca mais completa a procura das pessoas ou pelo menos saberem do que aconteceu.

Neste meio tempo, Ismael encontra um farol e adentra neste. Lá dentro encontra um velho que sem muitas palavras o faz olhar pra baixo para ver um corpo esfrangalhado que foi atacado por uma criatura estranha, provavelmente um pássaro gigante. Ismael reconhece Mário pelo uniforme e desce correndo do farol, para ver como estava o amigo (já morto né, se era um corpo!!).

Criando um clima de suspense o segundo capitulo do livro volta no tempo, narrando como era a vida das pessoas que na ilha viviam antes de tal acontecimento macabro. Contando como era a vida de cada um, o autor vai revelando os personagens e seus desejos secretos ou não.

É neste ponto da história que aparece Clarice, uma jovem professora, que dá aulas de dia e no turno da noite, trabalha no bar de Zacarias, um homem ambicioso que aspira a uma fortuna incondicional. Também são apresentados Janete, uma japonesinha que é discriminada por ser oriental e ter os olhos puxados, Izaak, um jovem de 20 anos que tem sua libido à flor da pele e adora variar as mulheres a cada hora, Seu Gonçalves, que sonha ter uma Ferrari, Galeno, que quer abandonar seu corpo raquítico e adquirir uns quilos, Gilma, que adoraria se pudesse ler pensamentos e Zita, a vidente.

Diante tantos desejos, inconscientemente, eles fazem seus pedidos e, subitamente todos são atendidos. Mas não exatamente da forma com que pediram, seus desejos vieram em excesso. Zacarias é sufocado com seu ouro, Janete fica com olhos de desenhos japoneses (Mangás), Izaak começa a ter tantas relações que não aguenta mais ver mulheres, Galeno que adquire obesidade mórbida, sem falar nos outros que também sofrem a angustia de não terem sabido pedir.

Não cabe a mim contar o fim da historia para que o livro não perca a graça, mas vocês podem ter certeza que vem muito mais aventura, suspense e mistério por aí.

O livro mostra o desenrolar da história de uma forma bem rápida. Sua forma de escrita é de fácil compreensão e o enredo é bastante intrigante.

Eu, particularmente, adorei o livro, pois podemos perceber que no fundo da historia tiramos uma lição de moral que é o saber nos contentar com o que temos, de forma que não devemos ser ambiciosos pelo que não temos. O desejo delas se tornou seus piores pesadelos. Então o autor faz questão de deixar uma mensagem para todos :

"Cuidado com o que você pede, pois pode se tornar realidade"


Leiam o livro, garanto que irão gostar!!!

Abraços a todos

6 Abstraídos comentaram:

  1. Camyla disse...:

    nossa, quanta coisa acontece.
    quero lerrr.

  1. Eh muuuuuito bom...
    Certeza que vcs irao gostar!!!

    bjuu

  1. Vi criticas negativas a respeito do livro, e confesso que houve uma época que fiquei na dúvida se valia ou não a pena. Bom, ainda não o tenho, mas lerei sim. Só acho engraçado o fato de que alguns odeiam ao extremo esta obra; todavia, estes que o fazem, não apresentam palavras construtivas e convincentes em suas criticas, logo, eu acabo desvalorizando-as.

    Mas pela sua resenha, minha visãi sobre Um Mundo Perfeito ganha um alento. Vamos ver quando uma dia eu mergulhar em suas páginas.

  1. Júnior, acabei de ler este livro e concordo muitas coisas com vc. Também acabei de escrever uma resenha no meu blog. O autor me deixou um recado no skoob, elogiando o post e me recomendando ler o seu também. É verdade, vc está de parabéns! Se quiser ler o meu para trocarmos opiniões, o link é: http://literaturadecabeca.blogspot.com/2010/08/um-mundo-perfeito.html. Um abração!

  1. Realmente ou você ama, ou você odeia esse livro, não tem meio termo... Eu infelizmente estou no lado dos que odiaram, justamente pelo motivo que você gostou, a liçãozinha de moral. Acabo de resenhar este livro, se puder dá uma olhadinha no Rouxinol de Prata. ;)

Postar um comentário

Seu comentario é importante... Então vamos, mãos a obra!!!